Quem é cotista do RB Capital Logístico (RBLG11) pode ter dividendos gordos e um depósito extra na conta em breve. Isso porque o fundo imobiliário recebeu um pagamento de pouco mais de R$ 23 milhões e tem a intenção de realizar uma amortização extraordinária de capital.

A soma tem origem no resgate antecipado total de um Certificado de Recebível Imobiliário no qual o FII investia, o CRI Yazaki. O RBLG11 era titular de mais de 81% do ativo, que representava cerca de 33,6% de seu patrimônio líquido.

Com o resgate, que inclui uma multa pela recompra antecipada, o fundo já recebeu na última terça-feira (3) o pagamento dos R$ 23,13 milhões.

A taxa interna de retorno (TIR) da operação, já considerando todos os custos, é de 16% ao ano. A cifra também tem um impacto de cerca de R$ 1,77 por cota no resultado, que deve ser distribuído na forma de dividendos para os cotistas de acordo com a legislação aplicável.

Além dos proventos, a gestora do RB Capital Logístico estuda complementar esse valor com uma amortização parcial extraordinária de principal. Ou seja, a devolução de parte do dinheiro investido no fiundo para os cotistas.

“Caso tal medida se concretize, a gestora informará, em conjunto à administradora, sobre o procedimento necessário para realizar tal amortização aos cotistas”, diz o comunicado enviado ao mercado ontem.

Mas vale destacar que, diferente da distribuição de dividendos, a amortização não é isenta de Imposto de Renda e está sujeita à tributação de eventuais ganhos de capital dos investidores com as cotas do FII.

Fonte: SeuDinheiro

Share.