Uma boa liquidação é difícil de recusar, ainda mais quando se trata da chance para adquirir um item elogiado e cujo preço só vinha subindo nos últimos meses. Esse é o caso do BTG Pactual Logística (BTGL11), fundo imobiliário mais recomendado de maio.

No último mês, as mudanças no cenário macroeconômico global e brasileiro — incluindo a alta dos juros futuros e ruídos fiscais — criaram um verdadeiro “feirão” entre os FIIs negociados na bolsa de valores.

O IFIX, por exemplo, fechou abril em queda de 0,7%, a primeira de 2024. O índice que reúne os maiores nomes da indústria interrompeu uma sequência de cinco meses consecutivos no azul. 

Um dos contribuintes para o recuo foi justamente o BTLG11, que perdeu mais de 3% no período. E, na visão dos especialistas consultados pelo Seu Dinheiro, essa é uma promoção que vale a pena aproveitar.

“É um fundo que deve pagar um yield interessante, na casa de 9%, vai ter reavaliação patrimonial em breve e nós prevemos uma valorização. Então, na nossa visão, essa queda é um pouco exagerada”, diz Caio Araújo, da Empiricus.

Quatro das dez casas colocaram o FII como um dos favoritos para maio. Vale destacar que o BTG Pactual Logística já está há nove meses consecutivos na posição de favorito das corretoras — e, nesse período, apareceram poucas chances para comprar as cotas com desconto.

Você verá abaixo mais detalhes sobre a tese do BTLG11 e por que ele não sai do primeiro lugar. Mas, antes, confira também os outros fundos que integram o ‘top 3’ da corretora neste mês, com destaque para o TRX Real Estate (TRXF11) — dono da medalha de prata de maio.

Entendendo o FII do Mês: Todos os meses, o Seu Dinheiro consulta as principais corretoras do país para descobrir quais são suas apostas para o período. Dentro das carteiras recomendadas, normalmente com até 10 fundos imobiliários, os analistas indicam os seus três prediletos. Com o ranking nas mãos, selecionamos os que contaram com pelo menos duas indicações.

Fundo imobiliário ainda mais gigante e no ‘epicentro’ da logística

Quem aproveitar o “feirão” dos FIIs para montar uma posição no BTG Pactual Logística (BTLG11) investirá em um dos dez maiores fundos imobiliários da B3 — tanto em termos de patrimônio líquido, quanto em número de cotistas.

E ele deve crescer ainda mais, pois o fundo celebrou no mês passado uma carta de intenções para adquirir um portfólio com 11 imóveis por R$ 1,75 bilhão.

A maior parte desses ativos está localizada em São Paulo, principal mercado logístico do país. Além disso, cerca de 93% da receita provém de empreendimentos que ficam em um raio de até 60 quilômetros da capital paulista.

A Genial, umas das casas que recomenda o BTLG11 neste mês, destaca que cerca de 45% da receita do FII já vem de propriedades localizadas ainda mais próximas ao “epicentro” logístico, dentro do raio de 30 quilômetros da capital paulista.

“Acreditamos que a estratégia de reciclagem do portfólio de ativos e as iniciativas anteriores de redução do endividamento irão desbloquear o valor do fundo tanto no curto quanto no longo prazo.”

As duas últimas vendas de imóveis realizadas pelo fundo renderam um ganho capital médio de 35%, com lucro de R$ 0,82 por cota e Taxa Interna de Retorno (TIR) de 18,9%.

Os analistas destacam ainda que outro ponto forte do BTG Logística é a diversificação “robusta” de inquilinos. Os três principais locatários, Assaí, Amazon e Ambev — contribuem com 24% da receita.

VEJA TAMBÉM — FUNDO IMOBILIÁRIO INDISPENSÁVEL PARA INVESTIR AGORA: ESSE FII PODE PAGAR DIVIDENDOS DE ATÉ 13%

Fonte: SeuDinheiro

Share.