O bitcoin (BTC) foi um dos piores investimentos de abril. Em reais, a maior criptomoeda do planeta conseguiu ficar na lanterna, com uma queda de 11,86% no mês, perdendo para aplicações como Tesouros pré-fixados e o próprio Ibovespa.

Porém, nestes primeiros dias de maio, o bitcoin conseguiu reverter parte das perdas recentes.

Nesta sexta-feira (3), o alívio vem de uma alta que chegou aos 5% nas primeiras horas da manhã — fazendo a maior criptomoeda do planeta tocar o patamar de US$ 62 mil, que havia sido perdido com pressões externas nos últimos dias. 

A disparada do BTC foi impulsionada pelos mais recentes indicadores macroeconômicos, como foi o caso do payroll, o relatório de empregos mais importante dos Estados Unidos

Em abril, a economia norte-americana criou 175.000 vagas, bem abaixo da estimativa de consenso de 240.000 da Dow Jones, segundo dados divulgados pelo Departamento do Trabalho dos EUA.

Com isso, a taxa de desemprego subiu para 3,9%, contra as expectativas de que se manteria estável em 3,8%.

A notícia impulsionou os mercados mundo afora: as bolsas internacionais e o Ibovespa sobem — bem como as criptomoedas. 

Veja o desempenho das dez maiores criptomoedas do mundo hoje:

# Nome (Símbolo) Preço Variação 24h Variação 7d Variação YTD
1 Bitcoin (BTC) US$ 61.808,32 4,45% -3,04% 46,19%
2 Ethereum (ETH) US$ 3.073,75 2,55% -1,79% 34,71%
3 Tether (USDT) US$ 1,00 0,05% 0,06% 0,05%
4 BNB (BNB) US$ 580,02 3,03% -3,64% 85,67%
5 Solana (SOL) US$ 142,05 1,96% -0,63% 39,93%
6 USDC (USDC) US$ 1,00 0,00% 0,01% 0,00%
7 XRP (XRP) US$ 0,527 1,31% 0,66% -14,31%
8 Dogecoin (DOGE) US$ 0,1401 4,54% -5,98% 56,56%
9 Toncoin (TON) US$ 5,59 8,88% 4,04% 141,80%
10 Cardano (ADA) US$ 0,467 2,44% 0,25% -21,41%
Fonte: Coin Market Cap

Bitcoin: quanto pior, melhor?

Não vá pensando que os mercados se animam com o desemprego. A leitura não deve ser feita de maneira tão direta.

Acontece que um mercado de trabalho mais fraco pode significar que os juros começaram a forçar uma freada da economia norte-americana.

Em outras palavras, esse pode ser um dos motivos para que o Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos EUA) alivie o aperto monetário por lá.

No começo do ano, as instituições esperavam três cortes de juros, mas já passaram a avaliar que serão dois até o fim de 2024. 

Uma faca nos “pessimistas”

A disparada do dia também liquidou cerca de US$ 100 milhões de posições short (apostando na queda dos preços, no jargão do mercado), de acordo com o CoinGlass. 

Na outra ponta, as posições long (apostando na alta) também foram liquidadas, em algo próximo a US$ 44 milhões.

Vale lembrar que as criptomoedas são um mercado altamente volátil — e o mercado futuro desse tipo de ativo é ainda mais turbulento. A recomendação dos analistas é de cautela ao investir em ativos digitais.

Fonte: SeuDinheiro

Share.