Publicado às 21h08

 

A assembleia geral extraordinária da Americanas (AMER3) realizada nesta terça-feira, 21, aprovou o grupamento da totalidade das ações ordinárias e bônus de subscrição de emissão da companhia, na proporção de 100 ações ordinárias ou bônus de subscrição para 1 ação ou bônus de subscrição da mesma espécie.

A proposta de grupamento tem o objetivo principal de enquadrar a cotação das ações de emissão da companhia em parâmetro de preço mais em linha com os seus pares e outras companhias do porte da Americanas, levando a cotação a um valor igual ou superior a R$ 1,00 por unidade, explicou a varejista.

No período entre 22 de maio de 2024 (inclusive) e 16 de julho de 2024 (inclusive), os acionistas poderão ajustar suas posições de ações, por espécie, em lotes múltiplos de 100 ações, mediante negociação na B3.

A Americanas explicou que os efeitos do grupamento somente serão aplicados após o encerramento do período para livre ajuste, isto é, a partir do dia 17 de julho de 2024, primeiro pregão subsequente ao encerramento do período para livre ajuste, data em que as ações e bônus de subscrição de emissão da companhia passarão a ser negociadas grupadas.

A Americanas também teve aprovado aumento de capital social de até R$ 40,7 bilhões durante assembleia geral extraordinária desta terça-feira.

 

Whatsapp: 

Para receber notícias gerais de companhias do Brasil (dividendos, fatos relevantes) entre pelo link: ou acesse o canal do Finance News no Whatsapp: https://whatsapp.com/channel/0029VaAwVgj6WaKuvaXNhM2T 

Para receber somente notícias de dividendos de BDRs entre pelo link:

Telegram

Para notícias de empresas entre nesse grupo:

Para análise gráfica entre nesse grupo:

Para notícias de dividendo de BDRs entre nesse grupo:

 

 

 

Share.