O governo federal adiou para a próxima semana o anúncio do Plano Safra 2024/2025, que estava inicialmente previsto para ser lançado nesta semana, informou o Palácio do Planalto nesta terça-feira (25).

O anúncio do Plano Safra ficou para o dia 3 de julho, segundo o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, que participou de um encontro nesta terça-feira com o presidente Lula.

Com o adiamento para a semana que vem, o anúncio do plano será realizado já com o ano safra em andamento, que começa em 1º de julho.

Continua depois da publicidade

O governo normalmente anuncia o plano de financiamentos em junho, alguns meses antes do início do plantio da safra de soja, a principal cultura agrícola do país, que começa em meados de setembro.

Os ministros da Agricultura, Carlos Fávaro, e Fernando Haddad, da Fazenda, também estiveram reunidos com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mais cedo.

Questionado por jornalistas sobre os motivos do adiamento, Teixeira disse que o governo ganhou mais uma semana para a preparação do evento.

Continua depois da publicidade

De acordo com a CNN Brasil, o adiamento se dá porque o governo não teria recebido confirmação de presença de produtores ao evento no Palácio do Planalto, em meio a insatisfações do setor.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) reivindicou em abril ao governo um aumento de mais de 30% nos recursos para financiamentos do Plano Safra 2024/25 em relação ao ciclo passado, para R$ 570 bilhões.

Procurado, o Ministério da Agricultura não comentou o assunto imediatamente.

Fonte: InfoMoney

Share.