A inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Reino Unido desacelerou em maio. Dados divulgados nesta quarta-feira (19) pelo ONS, como é conhecido o órgão de estatísticas do país, mostram que a taxa anual subiu 2% no mês passado, abaixo dos 2,3% de abril, conforme previsto por analistas consultados pela FactSet.

Com o resultado, o CPI alcançou a meta determinada pelo Banco da Inglaterra (BoE), que anuncia decisão de política monetária na quinta-feira, 20. A expectativa é que a instituição reduza a taxa básica de juros, que está em 5,25% ao ano, pela primeira vez desde agosto.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

Na comparação mensal, o CPI do Reino Unido avançou 0,3% em maio, também alinhado com a projeção da FactSet.

O núcleo do CPI britânico, que desconsidera preços de energia e alimentos, subiu 0,5% em maio ante abril. Já no confronto anual, o núcleo do CPI teve alta de 3,5% no último mês, em linha com previsão da FactSet. *Com informações da Dow Jones Newswires.

Fonte: InfoMoney

Share.