Publicado às 21h49

 

BRF (BRFS3) reporta lucro de R$ 594 milhões no 1T24 e anuncia recompra

A BRF (BRFS3) teve no primeiro trimestre deste ano lucro líquido de R$ 594 milhões. Dessa forma, reverte o prejuízo líquido de R$ 1 bilhão no 1T23.

O Ebitda da companhia somou R$ 2,1 bilhões no 1T24, o melhor já registrado pela empresa. A margem Ebitda da BRF foi de 15,8% e a geração de caixa livre atingiu R$ 844 milhões. 

A receita líquida atingiu R$ 13,4 bilhões, leve alta de 2,3% na base anual de comparação. 

A BRF anunciou nesta terça-feira, 7, que seu conselho de administração aprovou a criação de um novo programa de aquisição de ações. Poderão ser adquiridas até 14 milhões de ações ordinárias. A companhia tem em circulação 814.523.002 ações ordinárias. 

O programa inicia em 8 de maio de 2024 e encerra em 7 de outubro de 2025. 

Prejuízo do GPA (PCAR3) no 1T24

O GPA (PCAR3) reportou prejuízo líquido das operações continuadas de R$ 407 milhões no 1T24. Vale lembrar que no 1T23 a perda foi de R$ 319 milhões. 

Já o prejuízo líquido atribuído aos controladores foi de R$ 660 milhões no primeiro trimestre, ante perda de R$ 248 milhões do mesmo período de 2023. 

Segundo a varejista, o aumento do prejuízo é, principalmente, devido aos efeitos pontuais relacionados com o impacto em outras receitas e despesas operacionais gerado pela adesão ao programa de quitação de débitos de ICMS com o Estado de São Paulo; e baixa contábil após a venda da sede administrativa. 

O Ebitda ajustado do GPA teve alta de 71,1% e chegou a R$ 372 milhões. A margem cresce de 5,2% para 8,1%. 

A receita líquida no 1t24 foi de R$ 4,58 bilhões, expansão na base anual de 10,3%. 

Lucro da Prio no 1T24

A Prio (PRIO3) reportou no primeiro trimestre de 2024 lucro líquido de R$ 224 milhões, 3% abaixo dos R$ 231,3 milhões de igual período do ano passado. Esses dados consideram o padrão ex-IFRS-16. Considerando o padrão IFRS-16, o lucro líquido foi de US$ 217,7 milhões no primeiro trimestre de 2024, leve queda de 2% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. 

A receita da petroleira foi de R$ 639,3 milhões, alta de 13%. 

O Ebitda somou R$ 467 milhões, alta de 33% na base anual de comparação. 

Telefônica Brasil (VIVT3) reporta lucro líquido de R$ 896 milhões no 1T24

A Telefônica (VIVT3) teve no 1T24 lucro líquido de R$ 896 milhões, alta de 7,3% em relação ao 1T23. 

O Ebitda da dona da Vivo somou R$ 5,27 bilhões no trimestre, crescimento de 6,8% em relação ao 1T23.

A margem Ebitda foi 39%, alta de 0,1 p.p. em relação à registrada no 1T23.

A receita líquida cresceu 6,5% na base anual de comparação e alcançou R$ 13,5 bilhões. 

JSL (JSLG3): lucro líquido de R$ 33,6 milhões no 1T24

A JSL (JSLG3) teve no 1T24 lucro líquido de R$ 33,6 milhões. Esse valor corresponde à alta de  25,4% em relação ao 1T23. 

O Ebitda ajustado da companhia no 1T24 foi de R$ 403 milhões, alta de 32% na base anual de comparação. 

A receita líquida da JSL atingiu R$ 2,070 bilhões, expansão de 32,4% em relação ao 1T24. 

Engie Brasil (EGIE3) reporta lucro R$ 1,68 bilhão no 1T24

A Engie Brasil (EGIE3) teve lucro líquido de R$ 1,68 bilhão no primeiro trimestre de 2024. Esse valor corresponde à alta de 90,9% na base anual de comparação. 

O Ebitda da companhia foi de R$ 3,17 bilhões no 1T24, alta de 53,3% em relação ao 1T23. A margem Ebitda ajustada foi de 69,6%, baixa de 1,3 p.p. na comparação com o 1T23.

A receita operacional líquida da Engie somou R$ 2,609 bilhões, queda 10,4% em relação ao mesmo trimestre de 2023.

Lucro ajustado da RD (RADL3) sobe 

A RD (RADL3) registrou alta de 4,8% no lucro ajustado no 1T24, a R$ 213,7 milhões. O Ebitda somou R$ 679,9 milhões no período, 20,8% maior que no 1T23. 

A receita líquida foi de R$ 3,010 bilhões, alta de 9,6% na comparação anual.

Fras-le (FRAS3) tem lucro líquido 20,7% maior

A Fras-Le (FRAS3) reportou lucro líquido de R$ 109,1 milhões no 1T24, alta de 20,7% em relação ao mesmo período de 2023.

O Ebitda ajustado foi de R$ 154,0 milhões, queda de 13,0% em relação ao 1T23. A receita líquida totalizou R$ 841,3 milhões, com leve alta de 0,3% na comparação anual. 

Carrefour (CRFB3) reverte prejuízo

O Carrefour (CRFB3) teve lucro líquido de R$ 39 milhões no 1T24, revertendo prejuízo de R$ 113 milhões do mesmo período de 2023. O Ebitda somou R$ 1,418 bilhão, alta de 36,6% na comparação anual. 

Lucro líquido da Auren (AURE3) cresce 10,3%

A Auren (AURE3) registrou lucro líquido de R$ 253,6 milhões no 1T24, 10,3% na comparação com o 1T23. O Ebitda somou R$ 599,6 milhões, alta de 32,7%. A receita líquida caiu 1,2%, a R$ 1,39 bilhão.

 

Whatsapp: 

Para receber notícias gerais de companhias do Brasil (dividendos, fatos relevantes) entre pelo link: ou acesse o canal do Finance News no Whatsapp: https://whatsapp.com/channel/0029VaAwVgj6WaKuvaXNhM2T 

Para receber somente notícias de dividendos de BDRs entre pelo link:

Telegram

Para notícias de empresas entre nesse grupo:

Para análise gráfica entre nesse grupo:

Para notícias de dividendo de BDRs entre nesse grupo:

 

 

Share.