O Grupo Mateus (GMAT3) resolveu dar um presente de Dia dos Namorados para os acionistas. O conselho de administradores da empresa autorizou o pagamento de juros sobre o capital próprio (JPC) no valor total de R$ 134,8 milhões.

A varejista vai distribuir R$ 0,0610462169 bruto por ação, exceto para os papéis em tesouraria.

Como o montante não considera a mordida do leão, é importante lembrar que os valores pagos estão sujeitos à tributação pelo Imposto de Renda na Fonte. No caso do JCP, a alíquota é de 15%.

Já para os acionistas imunes à taxação ou que morem em países que estipulam outra alíquota, é necessário comprovar por meio de documentos. Os registros devem ser enviados até 20 de junho.

Dividendos: quem vai receber?

Segundo o Grupo Mateus, o pagamento dos dividendos será realizado com base na posição acionária do dia 14 de junho. Ou seja, os investidores têm até esta sexta-feira (14) para comprar as ações da companhia para receber a remuneração.

Os papéis da varejista passam a ser negociados “ex-direitos ao recebimento dos JCP” a partir de 17 de junho.

Então você pode optar por comprar a ação agora e ter direito aos dividendos ou esperar a data de corte e adquirir os papéis por um valor menor, mas sem o direito ao JCP.

O pagamento dos proventos será feito em parcela única, em moeda nacional, até o dia 31 de dezembro. A data ainda será definida pela diretoria do Grupo Mateus.

A varejista vai depositar o valor devido na conta bancária fornecida pelo Itaú Corretora de Valores Mobiliários S.A., instituição responsável pela escrituração das ações. 

Caso o acionista não receba o valor por ausência de dados, os valores serão creditados apenas depois da atualização cadastral. Os prazos para as alterações serão determinados pela Itaú Corretora de Valores Mobiliários S.A.

De vento em popa: o fortalecimento do Grupo Mateus

O anúncio do pagamento dos dividendos aos acionistas vem em um momento positivo para o Grupo Mateus. A varejista contrariou os sinais de crise no setor e apresentou um forte balanço no primeiro trimestre de 2024.

No início de maio, a empresa divulgou lucro líquido de R$ 240,4 milhões referentes aos primeiros três meses do ano. O faturamento total foi de R$ 7,4 bilhões no período, um aumento de 25,8% em comparação com o primeiro trimestre de 2023.

Por outro lado, o setor varejista vem enfrentando um momento delicado. A XP Investimentos alterou a avaliação do setor no mês passado para uma visão mais cautelosa. Segundo a corretora, as crises climáticas podem ser um obstáculo para o varejo no segundo semestre de 2024.

Apesar de um cenário delicado, o Grupo Mateus não parece estar preocupado. No fim de maio, a empresa anunciou um acordo para adquirir a concorrente Novo Atacarejo, rede que tem operações em Pernambuco e na Paraíba

A XP avaliou a aquisição positivamente. “Vemos o acordo como positivo, pois fortalece o posicionamento do GMAT em cidades-chave do Nordeste com um parceiro forte ao seu lado”, afirmou em relatório.

Fonte: SeuDinheiro

Share.