(Reuters) – Os preços do minério de ferro e dos produtos siderúrgicos na China caíram nesta quinta-feira, pressionados pela demanda mais fraca de aço, já que as necessidades de estocagem diminuíram após o feriado do Dia do Trabalho na China.
O minério de ferro mais negociado em setembro na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China fechou em baixa de 1,7%, a 865,50 iuanes (119,79 dólares) por tonelada.
O minério de ferro de referência de junho na Bolsa de Cingapura, no entanto, subiu 0,1%, a 114,85 dólares por tonelada.
Outros ingredientes siderúrgicos na bolsa de Dalian registraram perdas, com o carvão metalúrgico caindo 2,4%, a 1.769,50 iuanes a tonelada, e o coque recuando 2,1%, a 2.297 iuanes a tonelada.
“A demanda tem sido fraca após os feriados prolongados do Dia do Trabalho e tivemos três dias consecutivos de volumes físicos negociados em baixa”, disse um trader.

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos
Os índices de referência do aço na Bolsa de Futuros de Xangai (SHFE) caíram em sua maior parte, mas permaneceram acima de seus níveis de suporte técnico, disse o trader, acrescentando que a permanência acima desses níveis depende do desempenho da demanda física.
O vergalhão caiu 0,9% para 3.669 iuanes por tonelada, a bobina laminada a quente recuou 0,7% para 3.807 iuanes e o fio-máquina perdeu 0,7% para 3.884 iuanes, enquanto o aço inoxidável subiu 0,2% para 14.185 iuanes.
A incorporadora chinesa Country Garden, em dificuldades financeiras, disse que não tem condições de pagar os cupons onshore com vencimento na quinta-feira, destacando os problemas contínuos no setor imobiliário da China, um grande consumidor de aço.
Entretanto, as promessas da China de reduzir o estoque de moradias deram algum suporte aos preços dos ferrosos.

Fonte: InfoMoney

Share.